Kepler Weber > Desempenho Econômico

Destaques do Desempenho Econômico

GRI 103-1, 103-2, 103-3, 201-1

A companhia realiza acompanhamento tempestivo sobre a movimentação financeira para atingir o desempenho econômico proposto no orçamento de cada exercício. As principais metas relacionadas ao tema são: Margem de Contribuição, Ebitda, Resultado Líquido e Endividamento Líquido.

As demonstrações contábeis de 2018 foram auditadas pela EY Brasil e as de 2019, pela KPMG. Visando à mitigação de riscos e seus possíveis impactos, a companhia contrata ainda serviços para auditoria interna, na qual são avaliados os principais ciclos da operação com atuação preventiva em pontos que se apresentarem deficitários.

A Kepler Weber possui um programa de Participação nos Lucros e Resultados e Remuneração Variável, atrelados ao atingimento do resultado orçado e das demais metas alinhadas à estratégia do negócio, para bonificação de colaboradores e da alta gestão.

  • Em 2019, a Receita Líquida acumulada atingiu R$ 583,5 milhões, aumento de 1,2% frente ao acumulado de 2018.

  • O resultado em 2019 no segmento de armazenagem foi de R$ 413,5 milhões, 2,0% menor que o acumulado no ano anterior. Para buscar margens sustentáveis, foi  implementada uma estratégia de recuperação de preços, a partir do segundo semestre de 2018, levando à compensação, em grande parte, do menor volume de vendas no período. 

  • A Receita Líquida decorrente das exportações de equipamentos de armazenagem somou R$ 62,2 milhões, refletindo um resultado 3,8% superior em relação ao acumulado de 2018. Esse aumento decorre de estratégias comerciais mais competitivas, alinhadas à política de gestão de preços. Os ajustes, somados à alta do dólar no período, proporcionaram resultados positivos nesse segmento.

  • Este segmento somou R$ 35,6 milhões e se manteve praticamente estável em relação ao acumulado de 2018. O resultado reflete o direcionamento dado à linha de movimentação de granéis, em conjunto com os ganhos gerados em eficiência, oportunizados pela implementação da metodologia Lean ao longo do período coberto por este relatório.

  • No acumulado de 2019, a receita líquida de Reposição & Serviços somou R$ 72,1 milhões, com alta de 23,9% sobre 2018. Este crescimento decorre da estratégia de criação de canais de distribuição e antecipação de demandas de mercado. Entre as ações que levaram à performance positiva neste segmento, estão: estratégia assertiva de instalação de Centros de Distribuição (CD), com localização planejada para cobrir todo território nacional e garantir agilidade; e sincronização com o mercado, garantindo peças de reposição à pronta entrega nos CDs.

  • No acumulado de 2019, o Ebitda somou R$ 83,3 milhões, frente a R$ 48,4 milhões de 2018. O desempenho positivo é reflexo das ações, tanto na captura de melhores preços e portfólio adequado de produtos quanto na estratégia de controle de custos e despesas operacionais.A administração da companhia acredita que o Ebitda é uma medida prática para aferir seu desempenho operacional e permitir uma comparação com seus pares.

  • Em 2019, as disponibilidades somaram R$ 84,9 milhões, o que reflete um aumento de 16,7% em relação a 2018. No total da dívida, a linha Finame PSI correspondeu a 16,6%, Finep a 45,2% e Capital de Giro a 38,2%. Desta forma, o Endividamento Líquido em 2019 foi de R$ 44,8 milhões negativos, frente aos R$ 7,2 milhões negativos de 2018.

GRI 201 DESEMPENHO ECONÔMICO
GRI 201-1 Valor econômico direto gerado e distribuído (R$ em milhares)
  Controladora Consolidado
  DEZ/19 DEZ/18 DEZ/17 DEZ/19 DEZ/18 DEZ/17
Receitas operacionais
Vendas de mercadoria, produtos e serviços - - - 684.119 674.866 672.544
Provisão/reversão para créditos para perdas esperadas duvidosa - - - -352 -326 3.470,00
Custos dos produtos, das mercadorias e dos serviços vendidos - - - -408.050 -477.823 -510.526
Materiais, energia, serviços de terceiros e outros -1.935 -3.679 -2.348 -70.840 -48.736 -69.893
Valor adicionado bruto -1.935 -3.679 -2.348 204.877 147.981 95.595
Depreciação e amortização -2.189 -2.024 -2.027 -30.888 -27.423 -26.655
Valor adicionado líquido gerado pela Companhia -4.124 -5.703 -4.375 173.989 120.558 68.940
Valor adicionado recebido em transferência 52.167 24.108 -22.098 5.742 15.345 32.574
Resultado de equivalência patrimonial 34.180 6.190 -41.320 - - -
Receitas financeiras 1.192 1.383 1.563 9.441 14.969 21.611
Imposto de renda e contribuição social diferidos 417 76 -1.490 -5.746 -2.360 5.285
Realização do custo atribuído 2.884 2.506 5.217 2.884 2.506 5.217
Reversão plano de opções de compra de ações 1.757 - - 1.757 - -
Outras 11.737 13.953 13.932 -2.594 230 461
Valor adicionado total a distribuir 48.043 18.405 -26.473 179.731 135.903 101.514
Distribuição do valor adicionado 48.043 18.405 -26.473 179.731 135.903 101.514
Empregados 3.442 4.097 -1.731 85.248 87.900 95.608
Remuneração direta - - 756 62.870 62.351 73.138
Benefícios 237 192 69 9.840 9.938 11.606
FGTS -3 75 38 4.705 5.156 5.648
Honorários da Administração 3.168 2.502 1.066 3.168 2.565 3.538
Outros 40 1328 -3.660 4.665 7890 1.678
Indenizações rescisórias - 1.102 - 2.403 6.535 3.190
Outras 40 226 -3.660 2.262 1.355 -1.512
Tributos 2.189 3.229 3.950 19.371 3.694 4.579
Federais 2.199 3.241 3.960 16.414 1.353 2.484
Estaduais - - - 2.528 1.796 1.393
Municipais -10 -12 -10 429 545 702
Remuneração de capitais de terceiros 199 307 348 32.899 33.537 30.367
Juros e outros encargos financeiros 25 77 344 6.792 9.966 14.692
Comissões - - - 17.548 14.392 13.372
Outras 174 230 4 8.559 9.179 2.303
Remuneração de capitais próprios 42.213 10.772 -29.040 42.213 10.772 -29.040
Juros sobre o Capital Próprio 4.000 - - 4.000   -
Dividendo mínimo obrigatório complementar 6.388 2.590 - 6.388 2.590 -
Dividendo adicional proposto 9.931 - - 9.931 - -
Reserva de investimento 20.015 7.769 -29.040 20.015 7.769 -29.040
Reserva legal 1.879 413 - 1.879 413 -